Sem Fim: Gravar a gente grava, já lançar que é bom...

Atenção para o toque de seis Sem Fins... tá quebrado, não funcionou.

Continuando a maratona de Setembro, mais um SEMFINZINNN.

Esse é diferente, um recorte de várias gravações de Abril pra cá que nunca foram lançadas. Tem empata namoro de mãe, poligamia, monogamia, chulipa, got com cerveja, mochilas ancestrais, death note ruim, como lidar com crianças com péssimos pais... e muito mais.

Sério é muita coisa! Tem um total 16 vozes diferentes aí... é muita besteira junta!

Download e feed: DOWNLOAD MP3  // FEED RSS  // iTUNES

Participaram desse podcast: Gabriel Franklin, Kaio Anderson, Renan Fernandes, Luiza Lima, Pedro PJ Brandão, Igor Vieira, Aline Hack, Thayná Lomba, Rafaela Rebouças, João Luiz, Bruno CavalcanteLuana Cavalcante, Ana Negreiros, Adah Conti, Vinícius Hilário e Amauri Vargas.


 Contribua com o Padrim do Iradex

Keep Calm And Suport Iradex

Links

Rede Iradex

Contato

  • thayna

    Carro é rua?

  • Nossa, ouvir esse IP me matou de saudades, seus putos! Quero voltar pra Fortaleza. Adorei o audio da Mirian hahahahah. Torçam pro MPCE sair logo pra eu voltar aí logo.

  • Sérgio Eduardo Debortoli

    Desculpa dizer que o Sem Fim morreu no post do outro programa. Esse daqui foi bem bom e legal. Ainda bem que ainda está vivo

    • Ainda nesse mês teremos mais um. 🙂

      E assim, SF é bem sem regra. Por vezes, ele sai sério demais ou com humor muito interno. O objetivo é agradar públicos diferentes em edições diferentes.
      Brigado pelo feedback, man!

  • Mackenzie Melo

    Muita coisa massa. Acho sensacional quando a gente fica vendo bastidores das coisas acontecerem. Assim, mesmo sem ouvir o SR, é legal demais ver a interação e a preparação. E o depois de terminar o com os irmãos, também sensacional. E, claro, não poderia deixar de mencionar que, mesmo tendo conhecido poucos de vocês pessoalmente, sinto-me parte dessa família onde buscamos construir sempre coisas boas. Estou esperando essa falada visita de 2019! Só fiquei voando com o final. Sou ruim de referência mesmo, ou é para não ser entendido? 😀