Sete Reinos 24: Game of Thrones - Temporada 6 Episódio 2

Povo Westerosi! Continuamos nossa cobertura da 6ª temporada da série e falamos hoje sobre esse segundo episódio que trouxe tantas emoções. Ah, e dessa vez temos uma surpresinha no final do programa pra quem curte um papo com spoilers!

Spoilers até o 2º episódio da 6ª Temporada da série.

Download e feed: DOWNLOAD MP3 // FEED RSS // iTUNES

Participaram desse podcast: Kaio Anderson, Gabriel FranklinIgor Vieira e Adams Pinto.


Links

Sobre

O Sete Reinos é um podcast quinzenal sobre o universo criado por George RR Martin para o livro As Crônicas de Gelo e Fogo. Aqui, abordaremos Game of Thrones (Guerra dos Tronos) como uma franquia, passando por literatura, TV, games, jogos de tabuleiro e demais escritos do velho Martin. Quando a série da HBO estiver em cartaz, faremos uma edição do podcast a cada dois episódios inéditos da série.

Assine o Sete Reinos

Contatos

  • Lucas Dias

    Aeeeeeeeeeee Ueeebaaaaa

  • Eita

  • Lucas Dias

    “o Norte se lembra”

  • Lucas Dias

    Vcs não acham que já que o Ransey matou a Walda Frey… ele meio que comprou briga com os Frey tb???? afinal era um acordo com o Bolton e a busca do Walder Frey é tentar desesperadamente subir a família.

  • Lucas Dias

    Cunha caiu uhahuauhahuuhauha

  • Cesaeer

    Seria o Montanha um White Walker “obediente”?

    • Lucas Dias

      Nops… o White Walker tem q ser criado pelo Rei deles e com crianças… e os olhos são claros…Se você quis dizer um dos “zumbies” lá que eles comandam.. eles já são obedientes… mas acho que ele é outra coisa.

      • Kathleen Lanny

        Acredito que o Montanha seja uma espécie de Frankenstein, porque o cara que “cura” ele (não me recordo o nome dele) é conhecido por sua experiências bizarras.

  • Felipe Bezerra

    A primeira versão do corvo, não estava mais fiel!?

  • Lucas Dias

    Vocês não acham que quando a Atriz falou “Não fui responsável pela volta do John Snow” ela não estaria se referindo que foi a insistência do Darvos que convencendo ela de tentar o ritual, foi o que realmente foi responsável pela sua volta?

    • Kathleen Lanny

      Não acredito que a insistência dele que tenha causado esse efeito.
      A insistência dele foi para que ela ao menos tentasse fazer o ritual. Ela era a última alternativa que eles tinham ali e quando ele olha pra ela e vê que ela não ta levando fé que deu certo ele também fica desapontado.

      • Lucas Dias

        Não.. nao foi a insistência dele que tem poder.. eu quis dizer que a insistência dele que fez ela Tentar,,, O Poder é dela, mas ela precisava do “empurrão” pq ela tava sem fé nenhuma… se não fosse ele o Jão das Neves não voltaria.

    • Acho que foi info só pra despistar.

  • SandroAtaliba

    Eu não li o livro, gostei do ritual da Melissandre, mas também achei que a cena final foi forçada. Não achei legal a versão do Caio, que realmente entregaria demais e acabaria com o suspense. Já a versão da fogueira entregaria que o Jon Snow tem “a mesma origem” da Daenerys, e deve estar cedo pra isso – caso seja esse mesmo o caminho.
    Não acho que o Ramsey tinha combinado nada, acho que foi mesmo um “vou ficar na minha”.
    Concordo com a facilidade da Arya voltar pra casa, se ele tivesse feito as mesmas perguntas, com as mesmas respostas, no e01, teria ficado mais crível.
    Abs, e valeu pelo ep!

  • cassiano

    Gostei bastante do episódio! É legal disponibilizar um tempinho depois da estreia, assim algumas teorias e percepções estão mais consolidadas.
    Muito legal acompanhar o papo, valeu!

  • Ahhhhhh Sete Reinos, como esperei por esse momento… Venha que eu vou lhe escutar!

  • Ana Louise

    Como feedback geral, eu digo o seguinte: eu acho que vcs foram críticos demais em relação à comparação série/livro. Eu como leitora, que prefere mil vezes os livros, não vi o tanto de crítica que vcs viram. E claro, isso é subjetivo, obviamente. E eu, particularmente, não to reclamando, porque eu li, e consigo entender o porquê das reclamações. Agora quem só vê a série deve ouvir esse cast revirando os olhos pra vcs haha E ao contrário de vocês, eu achei esse segundo episódio da temporada muito é bom, com um defeitinho aqui e ali, mas no geral, não achei que faltou esse tempero não. Não vou mentir e dizer que a cena final e a promo não me deixaram MAIS feliz, porque foi isso mesmo, então pode ter influenciado.

    Mas agora behold meu textão:
    Como sempre, chegou o fim do episódio e eu esqueci a maioria das coisas que vcs falaram, mas vou falando o que lembrar.
    Muralha – Eu creio que a motivação do Davos em defender o Jon seja o fato de que ele está sem líder, alguém que possa combater não só os White Walker, mas que possa defender o Norte tbm, o lugar em que ele se encontra e que está vulnerável a ataques tbm do sul. Foi um pouco forçado sim o papo com a Melisandre, mas que eu me lembre, o Davos não sabe que ela queimou a Shireen, só sabe que ela morreu. Então, pedir a ela que faça os paranauê com o deus dela é só uma esperança que ele tem. Afinal, o que tem a perder?
    E quanto à cena de ressurreição do Jon, eu acho que o Fantasma não tem nada a ver com o Jon voltando à vida na série. O Fantasma acordou ali apenas porque ele sentiu algo mudar no Jon, e os lobos têm sim uma relação mais profunda com os donos na série, e não exatamente pq são wargs. Então não tinha porque focar no Fantasma, eu achei que a cena serviu muito bem, e eu mesmo sabendo que ele ia reviver, fiquei nervosa.
    Bran – Entendo a opinião sobre a caracterização do Corvo não estar como nos livros, o que seria algo importante, mas não vejo isso como uma grande interferência no rumo do Bran não. Eu vejo que o Corvo de Três Olhos ali seja um mestre para o Bran, que irá treiná-lo para algo que está por vir. O que exatamente, eu não sei, mas como vcs bem comentaram no episódio, ele não vai ficar ali pra sempre. Por isso eu acho que não tem necessidade de mostrar como o Bran receoso, pensando como ficaria ao olhar para a situação decadente em que o Corvo se encontra (nos livros), porque não importa, ele não vai ficar ali. Gostei bastante da visão em Winterfell, quase choro quando a Lyanna apareceu.
    Pyke – Eu fiquei satisfeita com o núcleo de Pyke nesse episódio. Eles resumiram toda uma situação nos livros em tipo 5 minutos. Agora eu falo que ficou bom, pq eu sei do que acontece nos livros, para alguém que só vê a série eu não sei como ficou. Ficou bem direto, Balon morreu, quem matou? Euron. E agora? Assembleia. PÁ. Euron ficou bem simplório, sem as papagaiada que ele tem no livro? É, mas achei o ator promissor. Quanto ao Victarion, e aquele personagem pirata que o Ian Holm vai fazer? Num é ele não?

    Enfim, já cansei, então vai ficar só por isso mesmo. ~só~
    P.S.: TORRE DA ALEGRIA!!!!!!11!!!1!!!

    • Acho que o Holm será septão meribald.

      • Ana Louise

        Aaaaaah, ta. Nem lembro o que esse cara faz não, mas tudo bem. Mas não vai ter mais outro pirata não ou é só eu querendo que tenha mesmo?

  • Emilia Braga

    Gosto bastante de episódios que vocês trazem a história dos livros para explicar coisas que ficaram muito superficiais na série, isso tanto ajuda a relembrar algo para quem leu os livros só uma vez e acabou esquecendo (meu caso) e elucida algumas coisas para os civis que não leram a obra de Martin e ficaram meio perdidos ou sequer perceberam algo. Nesse contexto, acho que os paralelos que vocês abordaram nesse episódio não me soou como reclamação, muito menos preciosismo. Eu acho que falou esmero, sim, por parte da adaptação. Não vou me ater a detalhes para não fazer um mega comentário, nem para ser injusta já que estou gostando do ritmo corrido da série, apesar de sentir falta do ritmo mais lento (sim, eu entendo que as coisas precisam se resolver).

    Sobre a expectativa do “grande acontecimento” da Torre da Alegria (coloco um pouco de sarcasmo, porque gosto de encher o saco do Kaio): eu acho que vai ser um baita presente para quem leu os livros, mas para quem só assiste a série, vai ser algo como “ah, ok, esse bebê é o John, então? Legal”. Digo isso porque, diferente dos livros, onde essa história é pincelada vez por outra, e fica na nossa memória como algo misterioso, na série o evento foi só citado em um diálogo ou outro, e certamente se perdeu no meio de tantas tretas.

    Sobre o tamanho do episódio, fala mais porque está pouco. hahahaha <3

  • Adah Conti

    Estou muito satisfeita com esses primeiros dois episódios. Foi além do que eu esperava. Sendo bem crítica, concordo que não foram muito bem dirigidos. Aliás, séries que tem vários diretores acabam caindo nesta coisa heterogênea.
    A cena que me causou mais estranheza foi a dos dragões. Os bichos entendendo o papo do Tyrion?? Depois das considerações do Gabs ficou mais claro pra mim.
    A cena final pra mim foi ótima. Diferente do Kaio, achei brilhante aquele suspense. Todo mundo sem respirar nos minutos finais. E no fim, uhuuu! E que luz bonita na cena. Viva o Senhor da luz!
    Igor sempre muito bem nos comentários. Adams estava meio rabuge no começo mas foi se animando depois.
    Sugiro, nos próximos, que vocês comecem com as coisas boas dos núcleos, acrescentem mais informações dos livros e depois façam as devidas reclamações se houver.
    E por fim, Kaio, pode falar até mais.

  • Robisom Lima

    Deviam fechar um octágono e botar dentro o Alto Pardal e o Cabelo Molhado!

  • Robisom Lima

    Mas viu, aquela menina de bate na Aria e o Jaqen H’ghar não são a mesma pessoa? Não lembro de ver eles juntos na mesma cena. E ele aparece exatamente onde ela deveria estar para segurar o bastão de demolidor da Aria… Se for assim, não seria o próprio Jaqen (travestido de menina estranha) quem aparece para a Aria no primeiro episódio?

  • Clayton

    Pow o podcast foi meio sacal essa semana.

    Todas as críticas ao episódio são válidas, eu entendo e concordo com a maioria, Mas ficou massante pra caceta, tive que dá uma pausa pra termine depois. Ficou tão resmungado que no final achei que vocês que estavam chatos e de birra, quando na verdade sei que a série que tem pecado bastante. Mas em fim esperando o terceiro episódio e o próximo cast.
    E vou dar meu chute que o Jon vai mandar os amotinados serem enforcados. Coisa que o jon pré morte se fosse condenalos, os decapitaria pessoalmente. Mas o Jon pós morte vai simplesmente mandar enforcalos na muralha.

    • Vamos maneirar. Oh, e tu acertou o que o Jon faria com os traidores, eim!

      • Clayton

        Ganhei um almoço com esse chute. Kkkk

  • César Lira

    Cara sou ouvinte novo do 7 reinos e to pra desistir de ouvir por que vocês só reclamam de coisas diferentes dos livros e esquecem de seguir adiante… Po a parte final do cast me interessou muito mais do que a outra que, por haver diversas comparações e resmungos, ficou desinteressante. Serio comentem o episodio e sigam em frente, olhem para o lado…

    • Emerson Bernardo

      Concordo, ainda estou no meio, mas é tanto resmungo q resolvi ver aqui nos comentários se outros tb se sentiram incomodados, imagina como seria se o episódio ñ tivesse sido tão bom qnt foi rsrs, espero q os próximos episódios ñ decepcionem, mas com o grau d exigência d “alguns”, nem se forem no nível d “The Rains of Castamere” vai estar bom rsrsrs…

      • Valeu pelo feedback, negada. A opinião de vocês vai nos ajudar a pisar mais no freio. 😉

    • HSCB

      Mas os caras podem dar a opinião pessoal deles,né galera ,….
      E tbm maneirarem um pouco, rsrsrsrs

  • Camila Castro Kowalski

    Pessoal, muito obrigada por retomarem os podcasts – e mais que isso, por fazerem um podcast comentando cada episódio! Que legal 🙂

    Queria discutir com vocês uma questão que me incomoda sobre Ramsay… Percebi que vocês mencionaram a questão dele ter “comprado briga” com os Freys (por conta da esposa de Roose) e com os Lannisters (por causa de Sansa). Então vou reformular minha pergunta: nesse contexto, quem se tornaria Warden of the North (até aquele momento era o Roose)? Será que alguma família do Norte não faria a negociação com King’s Landing para ocupar esta posição? Na verdade pensando bem agora, não fazia nem sentido o Roose ser o Warden of the North e casar seu filho com Sansa, né? Ai, cada vez mais eu penso que não dá pra pensar demais nas coisas dessa série. Tem que só assistir, engolir, e pronto 🙁