Carnivale | Longe do Hype #03

Imagine uma série ambientada no decadente Sul dos Estados Unidos durante a recessão dos anos 30, que acompanha a caravana de um circo do horrores em uma trama repleta de símbolos e eventos sobrenaturais. Isto é Carnivale!

CarnivaleLançada corajosamente em 2003 pela HBO, quando os "TV Shows" ainda emergiam como uma nova força encabeçada por Sopranos, Carnivale não obedecia os parâmetros comuns dos canais concorrentes. O cenário decrépito, o pessimismo nos textos, a fotografia que glorificava a solidão, os personagens deformados e a ausência de nomes famosos ou protagonistas bem afeiçoados ia de encontro ao que se via.

A trama gira em torno de duas figuras icônicas: Ben Hawkins, um jovem arredio que é acolhido pela trupe circense, e o padre Justin Crowe, cuja maior missão é erguer um templo em meio ao território áspero e levar conforto aos desesperançosos. Ambos, assombrados por fenômenos misteriosos que os circundam e uma conectividade que se estreita à medida que a história caminha.

A super produção idealizada por Daniel Knauf (Blacklist, Spartacus, Dracula), chegava a custar 4 milhões de dólares em média por episódio e findava a temporada em torno de 50 milhões. Um projeto cujo elevado dispêndio foi a provável causa do seu fim abrupto na segunda e inconclusiva temporada.

Elementos místicos obscuros, a batalha entre o bem e o mal, a poeira, a sujeira, a pobreza, o desalento e a estranheza são aspectos que inicialmente podem repelir o espectador comum, mas isso é o que torna Carnivale uma obra singular. Porém, pouco apreciada.

Nota: 8 pintinhos enfrentando a Grande Depressão.

Chick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_PeBChick_PeB

  • Mackenzie Melo

    Adoro essa série! Deu saudades demais… Tanto dos dias e como eu a assisti e dela também! Obrigado Mr Pinto.

    • AdamsPinto

      O cancelamento repentino foi um tipo de morte que eu não estava preparado para enfrentar! :/