pilotando-02-04

American Crime Story - Temporada 1 (FX) | Pilotando S02E04

Nessa edição falamos sobre o piloto da série American Crime Story (FX) - Temporada 1.

Antologia de crimes. Cada temporada conta uma história independente, baseada em algum crime real que ganhou comoção pública e foi pauta de notícias.

1ª Temporada: The People v. O.J. Simpson

O julgamento de O.J. Simpson. Ex-jogador de Futebol Americano, Orenthal James foi acusado em 1994 de assassinar a esposa, Nicole Brown, e o amigo Ronald Goldman. contado através da perspectiva dos advogados que conduziram o caso, a série irá explorar os acordos feitos de maneira informal e as manobras políticas conduzidas por ambos os lados envolvidos.

Download e feed: DOWNLOAD MP3 // FEED RSS // iTUNES

Apresentação: Gabriel FranklinRaphael PH Santos


Assine o podcast

Contatos

  • Rabbony Santos

    Estou gostando muito dessa série, pelas atuações, pelos atores e a história em si que sempre tive curiosidade. Alguns observações: O AJ Simpsons não consegui localizar a participação dele no “Louca academia de Policia”, e sim em “Corra que a polícia vem aí”; O Robert Kardashian é o pai das irmãs Kardashians, o atual que é transsexual, Caitlyn Jenner, é padrasto. O piloto foi pra mim arrastado demais, porém quando chega no final, faz o gancho pra prender até o próximo episódio e no segundo episódio, cuba gooding jr dá um show de interpretação. Continuo a assistir e a minha nota é 10.

    • Gabriel Franklin

      É Corra que a polícia vem ai mesmo! hauhauahuahu

  • Pedro Sena

    Tô curtindo a second season do Pilotano hein! 😀

  • Lucas Breno

    Alguém pode me explicar a expressão “clifrenguer” que pH fala no episódio?

    • Gabriel Franklin

      Lucas, “cliffhanger” é literalmente o “gancho” que faz com que você queira continuar a ver uma série, ou ler um livro. Geralmente se usa no final do episódio, ou do capítulo, pra criar expectativa. =D

  • Emilia Braga

    Gostei muito da série, achei incrível a caracterização dos atores para se assemelharem aos personagens reais (é absurda a semelhança), e o caso inteiro é tão estapafúrdio que diversas vezes me peguei pensando ser aquilo muito fora do real, busquei na internet e PAH!, lá estava o fato.

    É surpreendente a série. O caso também.