Sem Fim: As mulheres viajando

Nesse Dia Internacional da Mulher, que tal um Sem Fim comandado por elas?

Download e feed: DOWNLOAD MP3 // FEED RSS // iTUNES

Participaram desse podcast: Lívia Lopes, Emilia BragaLuiza LimaRaphael PH Santos, Kaio Anderson e, rapidamente, Gabriel Franklin.


Contato

  • Bruno Trajano

    Que programa bom d’mais!!!
    Além de elogiar, vim só fazer minha parte “comentando no post’!
    Aliás, vocês são muito top’ com essas viagens, sou humilde e das viagens que fiz a maioria foram pelo meu curso (Geografia) na Facul!

    • Emilia Braga

      Bruno, minhas (pequenas) viagens de campo foram pela Biologia. Me mudei e tive que arcar com minhas finanças, então não sobrava muito. Depois, quando estava no doutorado (e já conseguia viver gastanto pouco), comecei a investir o que me sobrava em viagens, aprendi a captar recursos públicos para financiar apresentações de trabalhos acadêmicos e foi nessa premissa que fiz praticamente todas as minhas viagens internacionais. 🙂

  • Adah Conti

    Sem Fim Adah! Queridos, nem parece que eu conheço o IRADEX há menos de um ano. Numa época muito dificil da vida, o universo me mandou vocês. Delicia essa conversa!!!! Vamos viajar juntos, por favor!

    • Emilia Braga

      Já foi a NY, Adah? Vamos em outubro? 😀

    • Luiza Lima

      Vem pra Fortaleza!

  • Hanna Rayssa

    Nunca fui pro exterior, mas é meu grande sonho. Qualquer país. Tenho frescura com isso não.. Tenho certeza que cada lugar tem algo de bom. Esse textinho é meu guia de vida:

    “Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”.
    Esse texto representa mt pra mim!

    Quero muito ir a nyc também pra passar uma tarde no central park e ver musicais, andar naquelas ruas, sentir o cheiro.. Assim como vários outros lugares! (Temos que sonhar né?!)

    E foi um juiz e não uma juíza que “salvou” o casamento! Meus professores falam que muitos casais vão se divorciar mas fica super claro que ainda existe sentimento entre eles, e que o papel do advogado é ser humano e ajudá-los nisso, e até a desistir do divórcio se for o caso.

    Sobre amigos.. As vezes não entendemos, mas a vida/Deus/vento ou o que você acredite sempre se encarregar de fazer as coisas certas. E de colocar as pessoas certas no nosso caminho. Tem uma frase de HIMYM que fala muito sobre mim e sobre esse assunto “Ficarão chocados quando descobrirem como é fácil se afastar das pessoas pra sempre. Por isso, quando acharem alguém que querem manter por perto, façam algo a respeito.”

    Ótimo programa!

    • Emilia Braga

      Minha primeira viagem ao exterior foi aos 31, sozinha e para o país ao lado. Nunca imaginei que, naquele momento, minhas ambições financeiras girariam em torno de “juntar dinheiro para viajar novamente”. Sempre gostei de viajar, mas meu mundinho confortável nunca me permitiu voar pra longe.
      NY é linda, multifacetada, mas tem uma coisa nela que me incomoda (apesar de não ser o suficiente para me fazer desistir dela): o barulho. Não existe um momento sequer de silêncio. Nada. Zero. Então, pra passear é ótimo, mas não sei se conseguiria morar nela.

      • Hanna Rayssa

        O que não me permite viajar tanto é que sou uma mera estudante, haha. Mas quando trabalhar e ganhar meu dinheiro, ao menos como estagiária, guardarei pra viajar, sem dúvidas 😀

        • Emilia Braga

          Minha primeira “grande viagem” foi juntando 6 meses de bolsa do estágio, e fui pra Lavras/MG, apresentar trabalho.
          Depois vieram São Lourenço e Caxambu (MG), Mossoró (RN), São Carlos (SP), Mar del Plata (Arg), Nova Iorque e Baltimore (EUA), todos sendo “uma mera estudante”, viajando para apresentar o resultado do esforço.

          Vai dar certo! 🙂

  • Virginia Rodrigues

    Meninas porque vocês são assim hein? Tão lindas. Poxa, foi o primeiro sem fim que escutei todinho. Você são demais.
    Apenas continuem. =)

    • Emilia Braga

      <3

    • Luiza Lima

      Ain <3

  • Guilherme Jales

    Sem Fim maravilhoso! A Emilia é uma host de podcast PRONTA. Vocês me fizeram levar a sério meus planos pra fazer minha primeira viagem “all by myself”. <3

    E imagino que louco a galera no hotel pra competição de xadrez e sabotando os adversários roubando os livros de tática deles…

    • Emilia Braga

      Viaje sempre que puder, para qualquer lugar.
      Não há nada melhor do que ver o mundo por outro ângulo.

    • Luiza Lima

      Meu luxo: viajar O carro é simples, a casa é simples, então… a grana é pra isso. Vá e arrase. :*

  • AJ Oliveira

    Trakinagens enxadrísticas…

    1º Trocar o conteúdo do saco de peças pelas pedrinhas do jogo de Damas.

    2º Jogar insetos (de preferência não venenosos) dentro do saco de peças do coleguinha.

    3º Enfiar as peças pontudas em baixo do colchão do amiguinho que estiver mais cansado.

    4º passar graxa nas peças pretas. (isso elimina a necessidade de pintar as casas brancas.

    5º Pintar as brancas de rosa.

    6º lavar o tabuleiro com uma garrada de cachaça (mostra a credibilidade do jogador na hora da partida)

    18+

    7º vestir o rei e a rainha com o véu plastificado de um preservativo comum. Logo após você completa o envolucro com clara de ovo o suficiente para despertar pensamentos promíscuos ao coleguinha.

    8º contornar as peças com massinha de modelar. Depois você usa de suas habilidades artísticas para moldar formas dignas de gritos revoltados por parte de José Wilker

    9º Forrar a capa do caderno de anotações capas de DVDs pornográficos.

    10º abra duas peças grandes por baixo (recomendo rei e rainha). Crie uma cavidade suficiente para que caiba um número consideravel de MM’s. Ao invés de doces coloridos, voce ocupa o espaço de uma das peças com balinhas, aquelas parecidas com remédio.

    No meio da noite você vai até o banheiro, joga uma das peças(vazia) na pia, e deixa a outra no chão com as balinhas próximas (como se tivessem acabado de cair)

    Feito isso, enfie um pouco de pasta de dente na boca, tome agua e faça bochecho. De alguns fortes socos na porta e deite no chão, e não se esqueça de deixar a pasta de dentes escorrer pelo canto da boca.

    Pronto, está feita a equação para “o amigo enxadrista que teve uma overdose de êxtase”.

    PS: pra essa ultima, se certifique que nenhum membro da equipe seja cardíaco.

    • Macho, tu foi realmente criativo. hahaha

      • AJ Oliveira

        HASHUASHUASUHASHSAHSHUHASHU

        Joguei alguns bons torneios de Xadrez quando mais novo. Digamos que a parada é mais pratica do que criativa husauhahus

  • Felipe Lopes

    Passando pra dizer que quero um podcast só delas!!!!!! Por favor?!!!!!!
    Está entro os melhores podcasts já feito pela R.I.P.A ! Parabéns aos envolvidos!

    • Emilia Braga

      <3

  • Emanoel Medeiros

    Muito bom o programa, porém fiquei triste que não tenho nenhuma viagem programada pra esse ano :(.

    • Emilia Braga

      Faz uma viagem pequena, de última hora, pra qualquer lugar! 🙂

  • Matisyahu,obg Emilia…….
    Um dos melhores Sem Fim…….

    • Emilia Braga

      😀