Life is Strange | Longe do Hype #1

Bem-vindos! Meu nome é Adams Pinto, ilustrador, designer e escritor esporádico. Como colaborador do IRADEX, apresentarei esta nova coluna onde citarei algumas peças da cultura pop, que apesar da qualidade inegável, não foram absorvidas pelo monstro do hype. Filmes, seriados, desenhos animados, quadrinhos e jogos que nunca foram festejados com a pompa que merecem, mas que permeiam apaixonadas conversas entre fãs. E para dar início, comentarei o jogo episódico de aventura LIFE IS STRANGE.

Sabe aquele dia que você proferiu uma frase tão estúpida que o fez virar motivo de chacota? Sabe aquela viagem de ônibus que terminou em assalto? Sabe aquele dia em que você quase se declarou para seu amor, mas travou por medo e o perdeu para sempre?

Agora, o que você faria se possuísse o dom de manipular o tempo e evitar ou modificar certos eventos da sua própria história? Life is strange é sobre isso: viagens no tempo e suas consequências.

Obviamente embebido na Teoria do Caos, o jogo produzido pelo estúdio francês Dontnod Entertainment e publicado pela Square - a mesma empresa que lançou Final Fantasy, Chrono Trigger, Kingdom Hearts e outros -, tem uma dinâmica que é a marca registrada dos jogos da Telltale, porém, apresenta uma trama tão instigante que nos faz esquecer comparações.

O enredo gira em torno de Max Caufield, uma garota de 18 anos, introspectiva e amante de fotografia, que retorna depois de anos a sua cidade natal e tenta se restabelecer. Lá ela presencia um crime no banheiro de sua escola e acidentalmente retrocede o tempo para evitá-lo. Então, a partir da descoberta deste fantástico talento, Max precisa aprender a lidar com determinadas escolhas e os efeitos drásticos sobre si e todos ao seu redor.

Em um ambiente que remete a Efeito Borboleta e aura misteriosa de Twin Peaks, Life is Strange é uma viagem imersiva na jornada de Max, seus caminhos, relacionamentos e o enigma que paira sobre a cidade de Arcadia Bay.

Disponível para PC, Playstation 3, Playstation 4, Xbox 360, Xbox One.

Nota:

Chick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_PeB

  • Pedro Sena

    Curti! se meu pc da xuxa rodar, jogarei =’)

  • Arthur Zopellaro

    Esse jogo chamou muito a minha atenção mas ainda não tive a oportunidade de jogar.
    Mas tá guardado na lista com carinho, jogarei na primeira oportunidade!

    Btw, gostei bastante do seu sistema de avaliações hahaha

  • Adah Conti

    Nossa que bacana. Nunca joguei nada?. Vou tentar me arriscar nesse novo mundo. Depois dou um feed back aqui.
    Adorei a ideia da coluna. Parabéns.

  • Gocu do episódio 5

    Bom jogo, mas uma pena que cagaram no final. 7/10

    • AdamsPinto

      Esse 1 ponto que retirei na minha nota foi por conta do final, MAS acho que a jornada é o mais importante neste jogo.

      • Gocu do episódio 5

        Pra mim a jornada ser tão boa só fez o final pesar mais ainda pra baixo. Um me parece que não faz sentido e foi fan-service, o outro foi previsível.

  • João Victor

    Assim, só como uma ideia. Quem sabe tu não podia colocar os links para comprar o jogo na PSN, Xbox Live e Steam/Origin. É só uma ideia, talvez fique mais efetiva sua indicação.

    • Arthur Zopellaro

      Concordo!

  • Cesaeer

    Joguei isso faz é tempo…

    Mas é importante dizer que recentemente foi liberada a legenda em português.

    Depois desse jogo eu não consigo mais jogar aqueles jogos da Telltale, agora a Telltale precisa se renovar bonito.