sirlanney-magra-de-ruim-thumbnail

Magra de Ruim | Amostra Grátis de HQ

Os amigos do Iradex me convidaram para escrever aqui vez ou outra no site e, bem, eu acatei, né? Falar sobre quadrinhos é sempre um prazer! No entanto, queria algo diferente para ser tema da minha sessão aqui nesse sítio na Internet, diferente do que eu costumo escrever, por exemplo, nas colunas Quadrinhos, A Mídia do site Tapioca Mecânica ou Para Além do SMASH! do blog Vem-Vértebras. Pensei, pensei e pensei sobre o que escrever. E, bem, a iluminação veio enquanto passeava pela página do Facebook Magra de Ruim, da minha amiga Sirlanney.

magra de ruim

Amostra grátis: Magra de Ruim

Sabe quando você está passeando pelo shopping e aquela moça ou aquele rapaz chegam pra você com um pedaço de papel com perfume chiringado*? Nem sempre você adquire o perfume em questão, mas é interessante que haja esse contato. Muitos só fungam aquela essência e depois jogam o papel no lixo mais próximo, alguns acabam por entrar na loja e dar uma vasculhada sem compromisso, outros (menos em quantidade, mas numa quantidade relevante) lavam para casa um novo produto. A própria existência da estratégia do "amostra grátis" meio que afirma a eficácia do processo. Test drives, downloads gratuitos para teste, período de assinatura grátis. Se de mil tiros um acertar, o lucro já existe.

É por isso que venho escrever pra vocês os textos do Amostra Grátis de HQ, uma proposta de levar a quem ocasionalmente não saiba muito sobre quadrinhos (ou mesmo quem sabe e quer conhecer novas produções) nomes de artistas que disponibilizam parte de seus trabalhos gratuitamente em suas fanpages, tumblrs, blogs e afins. Muitos deles possuem trabalhos à venda, independentes ou por editoras, e suas tiras e demais produções online gratuitas são ótimas formas de ter um primeiro contato com estilos, tramas e abordagens.

sirlanney-magra-de-ruim

A artista que me abriu os olhos para esse tema é a cearense, quadrinista e amiga, Sirlanney Nogueira. Conheci pessoalmente a Sir em uma oficina de quadrinho independente realizada no Porto Iracema das Artes, escola daqui de Fortaleza da qual também sou professor. Frisei a palavra "pessoalmente" pois já conhecia o trabalho dela através de sua página na Internet Magra de Ruim, que atualmente possui mais de 130 mil curtidores. O nome da página (expressão tipicamente cearense) também é o nome do livro de quadrinhos que a autora lançou por financiamento coletivo, em uma campanha no Catarse bem sucedida que alcançou 132% de seu valor inicialmente proposto.

A Sir foi pro Rio de Janeiro há uns anos, começou a produzir quadrinhos por lá, e de lá pra cá fica viajando e quicando nessa ponte aérea Fortaleza-Rio, de vez em quando pisando em outras cidades para participar de eventos. Seu livro Magra de Ruim foi indicado ao maior prêmio de quadrinhos nacionais em 2015, o HQ Mix; ela foi agraciada pelo prêmio Al Rio de Quadrinhos na categoria Revelação na GeekExpo 2015, aqui em Fortaleza; ela foi convidada do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), maior festival de HQs do Brasil, em Belo Horizonte, também em 2015.

Da esquerda para a direita: Dhiovana Barroso, Sirlanney, Talles Rodrigues e Zé Wellington no painel sobre o Novo Quadrinho Cearense, na GeekExpo2015. Foto: Humberto Mota.

Da esquerda para a direita: Dhiovana Barroso, Sirlanney, Talles Rodrigues e Zé Wellington no painel sobre o Novo Quadrinho Cearense, na GeekExpo 2015. Foto: Humberto Mota.

Se eu fosse definir o trabalho da Sirlanney em uma palavra seria visceral. Seu livro, que compila parte de sua produção, demonstra a clara evolução de seu estilo, de 2012, quando ela começou a produzir, até agora. Visualmente, seu traço ficou muito mais bonito, mas o tema principal do seu trabalho nunca foi deixado de lado: a vida e suas angústias. Acontece que a Sirlanney é cearense, e apesar de se lascar na vida muitas vezes e de várias formas, ela nunca deixa de ter aquela risada/comédia/sarcasmo sobre até as coisas ruins que acontecem com ela (desculpem-me pelos estereótipos geográficos). Acho que é esse o principal diferencial de seu trabalho.

Sexo, feminismo, redes sociais, crises criativas (e muitos metaquadrinhos), preconceitos, bad vibes e poesia compõe o leque criador da moça de Morada Nova. Leque que ela abana em postagens esporádicas em sua página no Facebook, em tirinhas, aforismos e até mesmo GIFs.

sirlanney magra de ruim

A Sir também começou recentemente a produção de vídeos para o Youtube, misturando resenhas de quadrinhos que ela gostou de ler e tutoriais de pintura e quadrinização. Tive a oportunidade de editar os dois primeiros vídeos de resenhas do canal. É sempre um prazerzão papear com essa louca. Aí o vídeo para quem quiser conhecer o rosto e a voz da pessoa por trás dessas produções. Quem quiser assinar o canal, em breve ela deve publicar seus tutoriais.

Para acompanhar o trabalho da Sirlanney, a Magra de Ruim, deixo aqui as redes sociais e demais endereço em que você pode ler mais sobre o que a autora produz, além de onde comprar produtos com suas artes.

sirlanney

Conclusões

Sir, em texto publicado recentemente no Medium, se autodenomina "quadrinista de Internet".

Não posso falar por todos, eu sei, mas penso que posso me dar esse título “Quadrinista de Internet”, levando em conta que faço quadrinhos há 5 anos, e que, nos últimos 3 anos, tive uma média de 2 quadrinhos por semana, e que, meu principal meio de divulgação é a internet; então, sim, posso no mínimo falar sobre a minha experiência.

Sirlanney, em seu texto "Como é a Vida de uma Quadrinista de Internet ou Como Ajudar o Quadrinista Nacional"

A mensagem principal que consegui extrair desse texto foi: é massa curtir o trabalho de um quadrinista, é bom ter acesso a uma forma de arte que você admira, e você pode fazer parte disso também. Vivemos em um momento poderoso da produção de quadrinhos (da Arte como um todo) em que podemos ser financiadores diretos de quem produz pra gente. Patreon, Apoia.se, Catarse... Críticas são ótimas, elogios são incríveis, mas artista também paga conta e você pode ser parte dessa história. Podemos ser todos mecenas do conteúdo que consumimos!

Foi isso que me fez iniciar essa coluna no Iradex. Estou aqui com a vontade de fazer cada vez mais pessoas abrirem os olhos para a produção de HQs, tanto aqui quanto no mundo. Demonstrar que quadrinho é uma linguagem, e tal como uma linguagem é uma ferramenta, quadrinho pode ser utilizado para contar todo tipo de coisa. Jornalismo, fantasia, ficção científica, drama, comédia, erótico, até mesmo super-heróis podem existir nos quadrinhos. Para se dar conta da infinidade de possibilidades que os quadrinhos trazem, nada melhor que as amostras grátis que traremos pra vocês por aqui. Folheie e, caso queira conhecer um pouco mais sobre nossos produtos, fique à vontade para entrar em nossa loja e fazer parte dela.

Até a próxima semana!

---

* Do verbo "chiringar", ato de espirrar perfume ou qualquer outro liquido utilizando um borrifador. Aplicação em uma frase: "Fulano chiringou perfume no meu cangote".

  • Arthur Zopellaro

    Eu já tinha visto um quadrinho dela no facebook mas não tinha parado pra ler.
    Gostei bastante do texto dela no Medium. Vou passar a acompanhá-la.

    Valeu pela dica!
    Ah, gostei bastante da ideia da sua coluna aqui no Iradex, já pode mandar mais 😀

    • pjbrandao

      Arthur, seu pedido é uma ordem. Toda semana tem quadrinho novo vindo aí. Fica ligado! =D

  • Sirley Freire

    que massa, Pedro. A proposta da coluna é excelente. Vou acompanhar! Abraços!

    • pjbrandao

      Agradeço demais, Sirley, o trabalho da Sirlanney merece toda a divulgação possível. =D

  • Guilherme Jales

    Ideia ótima, Pedrim. Pude conhecer o trabalho da Sirlanney no último GeexExpo e não consegui também encontrar outra palavra pra descrever o trabalho dela além de “visceral”. É um quadrinho ‘cru’, na lata. Curti mesmo.

    • pjbrandao

      Seu lindo, muito obrigado. E agradeçamos a Sirlanney também por esse trabalho tão incrível que ela faz. Aguenta aí que tem mais quadrinho vindo. 😉

  • Pingback: Bouletcorp | Amostra Grátis de HQ | Iradex()

  • Pingback: Garota Siririca | Amostra Grátis de HQ | Iradex()

  • Pingback: Éff | Amostra Grátis de HQ Entrevista | Iradex()