podcast-iradex-037-horizontal

Iradex Podcast 37 - Sem Fim: Todo ano acaba!

Para fechar o ano, um formato um pouco diferente. Esse é o que chamamos de Iradex Sem Fim. Os assuntos não acabam, não seguem uma lógica, o podcast é longo e nada é respeitado. Nos dê um feedback sobre o formato.

Comentamos sobre muitas coisas. Saiba quais as outras facetas de Zé Wellington, reescute trechos do primeiro Iradex, conheça bandas novas, escute Zezé di Camargo e Luciano de uma forma diferente. É assunto sem fim...

Download e feed: DOWNLOAD MP3 // FEED RSS // iTUNES

Participaram desse podcast: Raphael PH Santos, Kaio Anderson, Gabriel FranklinLeonardo Leitão e, no finalzinho, Lívia Lopes.


Links

Ganhou!

  • Túlio Maia ganhou um "Dragões de Éter" (livro)
  • Raphael Maia ganhou um "Espíritos de Gelo" (livro)

*Os dois vencedores serão comunicados e têm até o dia 06/01/2015 para nos enviar o endereço. Caso contrário, o livro volta para sorteio.

Assine o podcast

Contato

  • Vinicius Fernandes Brito

    Obrigado!

  • Vinicius Fernandes Brito

    Obrigado!

  • João Eugênio C. Brasil

    Salve galera do Iradex!!! Em primeiro lugar quero dizer que estou realmente lisonjeado
    por ter sido reverenciado com uma salva de palmas pelo meu comentário sobre o inusitado encontro com PH por terras gaúchas… Parafraseando um certo personagem quando me perguntam sobre o acontecido… “Não sei… só sei que foi assim!”.

    Quanto à edição de final de ano posso dizer que foi realmente especial. Todo o caráter despretensioso e estilo “conversa de boteco” fez como os ouvintes se sentissem ainda mais próximos de vocês. Quando o PH procura uma definição para o iradex acho que não seria exagero dizer que vocês inauguraram a forma ‘iradex’ de fazer podcast…. E não estou exagerando. Escuto muitos podcasta dos mais variados tipos, de cultura pop e nerdices à política e conjuntura econômica. Existem muitos outros podcasts tão bons quanto o Iradex, mas em estilo o Iradex é único. Nenhum deles, por mais que tente, conseguem ser tão descontraídos e espontâneos. Não sei se é pela forma ‘ao vivo’ de gravar, pelo ambiente em que é gravado ou se é pelos temas, mas é uma coisa é certa… sentimos como se o podcast estivesse acontecendo na sala da nossa casa, em uma roda de amigos.

    Com tudo isso, por incrível que pareça, um pequeno (um mínimo) detalhe me chamou a atenção e criou em minha cabeça a sugestão que darei. Em algum momento lá pelo meio da edição, ao fundo, escutei o que parecia ser uma batida entre dois copos. O típico som de mesa de bar ou de bate papo na hora do almoço…. A pergunta (em forma de sugestão) é: já pensaram em gravar uma edição em um momento ainda mais descontraído ainda, como um almoço ou em um barzinho tomando um café? Já que o PH está com tantas ideias, como gravar no terminal, por que não em um local descontraído comendo algo… a vibe seria ainda mais espontânea!!!

    Não vou me alongar mais. Espero um grande ano para o Iradex, pois isso vai garantir
    um grande ano de audições para mim!

    Como sugestões te temas deixo dois livros. A primeira é a série de livros “Wild Cards”, de Georg Martin (para quem pensa que ele só escreveu “As Crônicas de Gelo e Fogo”). A segunda é a obra “Belas Maldições” da consagrada dupla Neil Gaiman (“Sandman”) e Terry Pratchett (“DiscWorld”)…

    Para o DJ Kaio deixo aqui uma sugestão de terras eslavas… Róźa Wiatrów. É uma banda polonesa com músicas onde o tema principal é o cenário pirata da época das grandes navegações. É muito sonoro e cativa já na primeira ouvida, apesar do idioma muito diferente!!! Sugiro as músicas “Czarna Rafa” e “A ty Walcz”.

    Um abração à todos!!!!

    P.S.: Cadê a Líviaaaaaa?

    • Tiago Moreira

      cara, sobre sua dica de gravar em um almoço ou algo parecido, tem o Isso é Muito Tarantino do PH com o Jurandir que é basicamente isso ai ..

  • João Eugênio C. Brasil

    Salve galera do Iradex!!! Em primeiro lugar quero dizer que estou realmente lisonjeado
    por ter sido reverenciado com uma salva de palmas pelo meu comentário sobre o inusitado encontro com PH por terras gaúchas… Parafraseando um certo personagem quando me perguntam sobre o acontecido… “Não sei… só sei que foi assim!”.

    Quanto à edição de final de ano posso dizer que foi realmente especial. Todo o caráter despretensioso e estilo “conversa de boteco” fez como os ouvintes se sentissem ainda mais próximos de vocês. Quando o PH procura uma definição para o iradex acho que não seria exagero dizer que vocês inauguraram a forma ‘iradex’ de fazer podcast…. E não estou exagerando. Escuto muitos podcasta dos mais variados tipos, de cultura pop e nerdices à política e conjuntura econômica. Existem muitos outros podcasts tão bons quanto o Iradex, mas em estilo o Iradex é único. Nenhum deles, por mais que tente, conseguem ser tão descontraídos e espontâneos. Não sei se é pela forma ‘ao vivo’ de gravar, pelo ambiente em que é gravado ou se é pelos temas, mas é uma coisa é certa… sentimos como se o podcast estivesse acontecendo na sala da nossa casa, em uma roda de amigos.

    Com tudo isso, por incrível que pareça, um pequeno (um mínimo) detalhe me chamou a atenção e criou em minha cabeça a sugestão que darei. Em algum momento lá pelo meio da edição, ao fundo, escutei o que parecia ser uma batida entre dois copos. O típico som de mesa de bar ou de bate papo na hora do almoço…. A pergunta (em forma de sugestão) é: já pensaram em gravar uma edição em um momento ainda mais descontraído ainda, como um almoço ou em um barzinho tomando um café? Já que o PH está com tantas ideias, como gravar no terminal, por que não em um local descontraído comendo algo… a vibe seria ainda mais espontânea!!!

    Não vou me alongar mais. Espero um grande ano para o Iradex, pois isso vai garantir
    um grande ano de audições para mim!

    Como sugestões te temas deixo dois livros. A primeira é a série de livros “Wild Cards”, de Georg Martin (para quem pensa que ele só escreveu “As Crônicas de Gelo e Fogo”). A segunda é a obra “Belas Maldições” da consagrada dupla Neil Gaiman (“Sandman”) e Terry Pratchett (“DiscWorld”)…

    Para o DJ Kaio deixo aqui uma sugestão de terras eslavas… Róźa Wiatrów. É uma banda polonesa com músicas onde o tema principal é o cenário pirata da época das grandes navegações. É muito sonoro e cativa já na primeira ouvida, apesar do idioma muito diferente!!! Sugiro as músicas “Czarna Rafa” e “A ty Walcz”.

    Um abração à todos!!!!

    P.S.: Cadê a Líviaaaaaa?

    • Tiago Moreira

      cara, sobre sua dica de gravar em um almoço ou algo parecido, tem o Isso é Muito Tarantino do PH com o Jurandir que é basicamente isso ai ..

  • Julien Sorel

    Yey, teve indicação minha.

    Sobre algumas coisas que foram faladas…

    “Serial” é zica! É tão zica que apareceu até na restrospectiva 2014 do The Guardian, junto e misturado com series foda de TV. O “This American Life” (de onde “saiu” o Serial) também é foda – era o número 1 de baixamento até o Serial surgir… Vale dar uma ouvida também em “Welcome to Night Vale” – e caso não tenha ainda, o iPP Podcast é um excelente gerenciador.

    “Black Mirror”, que eu não lembrava ter ouvido no primeiro episódio, é uma das coisas mais violentamente bem feitas que assisti em 2014 – o S02e02 e absurdo… E o “White Christmas” é bem bom também.

    Assisti recentemente o “Les Revenants”. É possível encontrar elementos de outras obras, mas eu prefiro estes elementos em “Les Revenants” – e tem um dos últimos episódios que é coisa linda.

    Indicação aleatória da semana:

    Banda “Alt-J”, especialmente o albúm “An awesome wave”.

    • Gabriel Franklin

      Escutando Alt-J agora. Muito foda!
      Mais uma trilha pra minha fossa.
      Vlw mah!

    • Black Mirror é uma das coisas mais sensacionais que já vi na TV. Certamente tá no TOP 5 da vida! Hehehe

      Já rolou alt-J no Iradex, Hunger of the Pine. Só não lembro em qual episódio foi.

  • Julien Sorel

    Yey, teve indicação minha.

    Sobre algumas coisas que foram faladas…

    “Serial” é zica! É tão zica que apareceu até na restrospectiva 2014 do The Guardian, junto e misturado com series foda de TV. O “This American Life” (de onde “saiu” o Serial) também é foda – era o número 1 de baixamento até o Serial surgir… Vale dar uma ouvida também em “Welcome to Night Vale” – e caso não tenha ainda, o iPP Podcast é um excelente gerenciador.

    “Black Mirror”, que eu não lembrava ter ouvido no primeiro episódio, é uma das coisas mais violentamente bem feitas que assisti em 2014 – o S02e02 e absurdo… E o “White Christmas” é bem bom também.

    Assisti recentemente o “Les Revenants”. É possível encontrar elementos de outras obras, mas eu prefiro estes elementos em “Les Revenants” – e tem um dos últimos episódios que é coisa linda.

    Indicação aleatória da semana:

    Banda “Alt-J”, especialmente o albúm “An awesome wave”.

    • Gabriel Franklin

      Escutando Alt-J agora. Muito foda!
      Mais uma trilha pra minha fossa.
      Vlw mah!

    • Black Mirror é uma das coisas mais sensacionais que já vi na TV. Certamente tá no TOP 5 da vida! Hehehe

      Já rolou alt-J no Iradex, Hunger of the Pine. Só não lembro em qual episódio foi.