O lado B de Miami: Wynwood, templo mundial do grafite

A cidade é bem interessante para brasileiros, especialmente para aqueles que não falam inglês, já que a maioria dos locais tem atendentes que falam espanhol, além dos vários latinos que moram por lá. Quanto à documentação, é o mesmo procedimento para qualquer outro lugar dos Estados Unidos (passaporte, visto e não há obrigatoriedade de seguro viagem internacional).

Wynwood District

Verdadeiro templo de arte de rua a céu aberto, Wynwood é um espaço destinado ao grafite e às intervenções urbanas. Localizado no Norte da cidade – no latino El barrio – o distrito é uma explosão de cores e formas. Os latinos que chegaram ao lugar na década de 50 ajudaram a dar o tom de todo o bairro que, combinado aos elaborados muros, compõe cenas inesquecíveis de arte contemporânea para quem passa por lá.

Wynwood-02

Mas nem sempre foi assim. A região em que hoje funciona Wynwood Walls passou por uma fase de perigo e violência. A situação começou a mudar quando o empresário Tony Goldman incentivou amigos grafiteiros a utilizarem portas e muros do lugar para expressarem sua arte. A ideia deu certo e, hoje, artistas de diferentes partes do mundo expõem por lá, inclusive os brasileiros Otávio e Gustavo Pandolfo – conhecidos como Os Gêmeos.

Além do grafitismo – com muita coisa inspirada e em estilo de quadrinhos, pinturas hiper-realistas e muito mais -, quem visitar o bairro de Wynwood também vai encontrar muitas lojas e galerias de arte super descoladas que, todo segundo sábado do mês, abrem suas portas em uma espécie de vernissage regada a vinho e aperitivos. Outro destaque de El barrio é a Art Basel Miami Beach, feira que chamou muita atenção dos apreciadores do ramo e se tornou referência quanto às novas correntes das artes plásticas.

Wynwood-03

Wynwood-04

Wynwood-05

E se você já está com vontade de conhecer Wynwood, saiba que o lugar também conta com restaurantes de gastronomia elaborada e preços justos. Vale muito a pena visitar.