Papai Noel de Shopping

O tempo passa, as festas acabam, e chega a hora de voltar pra casa. Voltar pra vida.

Papai Noel de Shopping é um conto escrito por Bruno Garcia, distribuído em primeira mão aqui no Contos Iradex.


Manhãs de Sábado

Olhou para o espelho, passou o amaciador de barba e espalhou com carinho pela velha companheira branca que garante um extra no final de ano há mais de duas décadas.

– Ho Ho Ho! Feliz Natal! Você se comportou bem meu filhinho?

O discurso ensaiado não foge do tradicional mesmo com as crianças pedindo coisas cada vez mais desconhecidas para um velho desconectado e sem netos.

– Mãe, sei que ele não existe! É só um homem fantasiado e já estou grande para isso.

O salário já não é mais o mesmo de antigamente. Achar um velho gordo de barba grande ficou fácil com a longevidade da população. Os tempos são outros.

No grande shopping que costumava trabalhar, seu substituto chega de Helicóptero perante a multidão. Em outro, um jovem magro fantasiado desce a fachada de Rapel.

– Você entrega esse folder da promoção para os pais depois da foto, entendeu?

Os menores continuam garantindo boas risadas com respostas inesperadas típicas da espontaneidade infantil. Porém, a fila parece diminuir a cada ano.

– Filha, as pessoas estão substituindo crianças por cachorros e gatos. Cadê meu neto?

Temporada encerrada. Mulher com o resto do jantar da praça de alimentação. Filha com a fantasia a ser lavada. Passam em frente a uma confraternização animada.

– Olha o Papai Noel! Vem aqui! Tira uma foto com a gente? Aceita um gole de chopp?

Apesar de não beber há tempos, pensou por segundos e recusou. Poderia ser visto por alguma criança que acredita na magia do Natal.

Garçons se uniram aos clientes na mesa. Colocou o casaco vermelho nos ombros e esboçou um sorriso. A foto foi tirada pela filha que se divertia com a situação.

– Algumas crianças nunca crescem e continuam a acreditar no bom velhinho.

Olhou para o espelho, pegou a tesoura, máquina de barbear e começou os trabalhos.

– Você tem dez meses para crescer novamente e me garantir o extra do próximo ano.


Esse conto foi escrito por Bruno Garcia para o Contos Iradex. Para reprodução ou qualquer assunto de copyright o autor e o blog deverão ser consultados.


Sobre o autor: Bruno Garcia é analista de sistemas e caçador de histórias. Buscando conhecimento e desenvolvimento diário, mesmo que desorientado.
Sobre o projeto: Contos Iradex é uma iniciativa daqui do site de colocar textos, contos, minicontos ou até livros mais curtos para a apreciação de vocês, leitores. Emendaremos algumas sequências com materiais da própria equipe e, em seguida, precisaremos de vocês para mais publicações. Se você tiver uma ideia de projeto, envie um e-mail para contos@iradex.net.