Iradex Podcast 144: Big Mouth / Reparos

Ei, I.P. morreu não, ein? Foi só um lapso de duas semanas, mas já voltamos!

Nesse episódio, indicamos duas obras que falam sobre as mudanças de nossas vidas a partir da infância. Uma sobre a sexualidade recém descoberta e outra sobre os reparos que devem ser feitos para amadurecermos.

Iradex não para mais nesse ano. Escuta, compartilha e comenta. Nós agradecemos. 😉

Download e feed: DOWNLOAD MP3 // FEED RSS // iTUNES

Participaram desse podcast: Gabriel Franklin, Kaio Anderson, PJ Brandão e Alice Falcão.


Contribua com o Padrim do Iradex

keep-calm

Nesse Programa

Perguntinha do Gabs

  • O que vocês quando criança queriam ser quando crescer?
    (responde aí nos comentários deste post)

Links

Assine o podcast

Rede Iradex

Contatos

Playlist

  • Mackenzie Melo

    Uma vez vi num caderno de anotações de minha mãe que ela imaginava que eu seria piloto quando crescesse. Quando criança, adoraria poder voar, mas como o Super-homem, não com asas metálicas. No caso de profissão, nunca soube definir bem o que queria ser. Era assim tipo Kaio. Depois de um tempo, quando soube que meu pai tinha estudado Engenharia civil, foi que o quis ser. Sou Engenheiro Civil.

    Quanto às indicações, foi ótimo poder saber que os livros de Brão estão disponíveis para serem lidos em formato digital. Já baixei e os lerei em breve. Quanto à Big Mouth, talvez, quem sabe, um dia, num futuro, poderei assistir. Tanto a ver, a ler, a ouvir…

  • Bruna Cardoso

    Era estranha que nem Kaio, depois de um tempo passei a falar qualquer coisa pra me deixarem em paz hauhaushaua

    Gostei muito de big mouth, não sei pq a única coisa que me incomodou foram as paródias acho que todo episódio tem uma. Adorei a parte das famílias gostei msm geralmente essa parte é bem chatinha. Também tenho problemas de assistir coisas constrangedoras mas não me incomodei com isso nela rs.

    Já tinha lido Jesus rocks há uns dois anos, mesmo sabendo pouco dos rocks gostei muito.
    Sobre reparos, moro em Governador Valadares faz pouco tempo mas sempre vinha aqui quando mais nova a cidade não é tão pequena ela cresceu muito nesses anos por conta de exportação de pessoas pro exterior hahahaha mas é muito verdade o que falaram, tem algumas partes da cidade que parece que está parada no tempo com algumas modificações tecnológicas, uma parte do centro da cidade está a mesma coisa a rodoviária bem antiga lojas com as mesmas fachadas.
    E nossa como me identifiquei com a Eunice com estilo e a personalidade hehe tinha um crush igualzinho ao Júnior que me tratava do mesmo jeito rsrs como me sentia diferente também me esforçava muito pra ser aceita. Eu não tinha a mesma capacidade dela mas também adorava tentar consertar as coisas, desmontar tudo e montar de novo.
    Eu li muito rápido quando vi já tinha acabado, também li tudo sem prestar muita atenção nos quadros e depois fui ver as referências quadro por quadro, fiquei muito emocionada com tudo achei a hq linda.
    O podcast está muito bom, ia deixar pra ler depois mas não aguentei hehe