LONGE DO HYPE #8 - The Raid

The Raid - Redemption (2011) e The Raid 2 – Berandal (2014)

Gareth Evans é um diretor galês pouquíssimo conhecido. Sua estreia no audiovisual se deu em um curta em língua japonesa chamado Samurai Monogatari, sobre um espadachim à espera de sua execução. Na sequência, arriscou-se em longas contemporâneos de ação sem muito brilho, como Footsteps e Merantau. Contudo, na última década, tomou para si os olhares ao redor do mundo com os viscerais The Raid - Redemption (2011) e The Raid 2 – Berandal (2014). Ambas produções provenientes de parcerias entre Indonésia, Estados Unidos e França.

O primeiro filme, lançado no Brasil como Operação Invasão e que conta com um elenco quase todo indonésio, narra a história de uma equipe especial de polícia de Jacarta, que recebe a missão de invadir um prédio de trinta andares para capturar um perigoso traficante chamado Tama. Tudo entra em colapso quando os vários criminosos que já ocupavam e monitoravam a edificação através de câmeras, descobrem a presença do grupo e avançam contra os invasores.

À primeira vista, a fita promete uma linha de roteiro muito simplória e até idêntica a Dredd (2012). Mas a ação frenética, as coreografias precisas e a violência despudorada colocam o filme como um dos grandes expoentes do cinema de ação da última década, assim como sua sequência.

A continuação, superior em todos os aspectos, elevou o status de The Raid como uma franquia a ser respeitada. O filme ganhou uma duração de duas horas e meia, no qual a pancadaria ininterrupta abriu alas para um script mais bem elaborado, flertando com os grandes filmes hollywoodianos de máfia e recebendo críticas massivamente favoráveis.

Aqui continuamos a seguir Rama, protagonista do longa anterior, tendo que se infiltrar em um sindicato do crime para proteger sua família e expor a corrupção do próprio departamento policial. É possível evidenciar o esmero do diretor e a preocupação em criar takes mais longos, cenas de luta antológicas e gerar profundidade nos personagens.

A saga The Raid já se encontra no panteão dos filmes de ação do novo século, embora ainda Longe do Hype.

Fiquem com essa bela e “plástica” cena do primeiro filme:

The Raid - Redemption (2011)

NOTA: 8 Pintinhos em meio ao fogo cruzado
Chick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_PeBChick_PeB

The Raid 2 - Berandal (2014)

NOTA: 8 Pintinhos esquivando-se de golpes de martelo
Chick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_coloredChick_PeBChick_PeB