Quem é esse tal de Roque Enrow?

Por Renan Fernandes

Quem não curte pelo menos uma boa música de rock? Mas afinal, quem é ele? Uma moda que passou? Se sim, essa “moda” já está aí sobrevivendo há mais ou menos uns 70 anos, não é não?! Na minha vida, ela já está presente há uns 20! (It's been a long time since I rock and roll!) E não me lembro de 1 dia ou noite sequer que não esteja acompanhado desse rapaz, nem que seja no mínimo uns 5 minutos.

A primeira música que escutei e que “me pegou” foi Rape Me, do disco In Utero, do Nirvana. O sentimento foi totalmente contrário ao que diz o título da música. Uma coisa boa, que começa lentamente e explode, como outras coisas boas da vida, como se deliciar com seu prato favorito, curtir uma viagem e, claro, o sexo. E parecia mesmo que aquilo já vinha comigo desde a barriga da minha mãe. Parecia que eu tinha chegado mesmo ao estado permanente de extinção definitiva do sofrimento (essa é a definição budista para o nome da banda).

Depois dali, foi um longo caminho até o topo para quem queria Rock n’ Roll. Queria não, eu quero ainda. Fui atingido por esse furacão e “voltei” pra escutar as bandas raízes, mas ando sempre me atualizando das "nutellas" também. Aí veio o SHOW (no momento que escrevi isso imitei o Renan do Choque de Cultura). E eu me deixei ser Rock. E queria que o mundo todo fosse. Em todo canto. Da escola até o Casbah, se possível. Ou pelo menos queria morar numa cidade 100% rock. Depois que você embarca nesse trem amigo... não tem mais volta!

Vez por outra tem alguém se perguntando: o que aconteceu com ele? Teria o tão glamouroso morrido? Se suicidado até? Mas não, ele tá lá. Sempre detonando. Ou falhando às vezes. Seja ele “do bem”, lutando por um mundo livre por exemplo, ou seja ele do diabo. Sempre querendo sacudir com você. Sempre em movimento.
O rock é um estilo que engloba vários. Por isso acho que é impossível de enjoar. É só Rock n’ Roll, mas eu gosto. Eu amo. Porque o amor é um rock. E vice-versa. E quem ama, com certeza já sonhou em formar uma banda e ser uma estrela do rock. Ou um(a) punk rocker dependo do momento que se vive. Ou uma realeza do estilo até. Vida longa pra esse pra-sempre-jovem. Muitos e muitos anos de vida e, claro, muito obrigado por existir. Nós Saudamos você.

E você? Como esse moço entrou na sua vida? Qual é sua relação com ele? Conta aí pra gente! Fiz uma playlist que segue a ordem desse texto com músicas que homenageiam o estilo. Aproveite não só o dia de hoje, mas todos ao lado dele! Te garanto que não vai se arrepender!

Playlist

Clique aqui para ouvir no Spotify

  • Muito bom!
    Adorei as referências a todos esses clássicos!

  • Mackenzie Melo

    Imagino que o texto de Renan – legal demais, por sinal – esteja cheio de referências, mas não peguei quase nenhuma… Alguém pode fazer um listinha? @kaioanderson:disqus?

    • Gusta Mociaro

      A cola está na playlist. Todas as músicas, em ordem, estão referenciadas no texto.
      O menino é bom.

      • Renan Fernandes

        :*

  • Aline Hack

    Eita Renao, somos gêmeos do rock oh. Tudo nessa lista amo demais! E minha primeira banda de rock que me puxou pra esse lado foi Pink Floyd, depois, Nirvana. Por muito tempo, Led Zeppelin e Hendrix estiveram nos meus fones, até que o blues terminou de conquistar de vez. O que gosto hoje? Tudo.