O que os Quadrinhos Brasileiros podem Aprender com o Cenário da Música Independente? | HQ Sem Roteiro Podcast

Existem mais coisas que unem os quadrinhos autorais e o cenário da música independente no Brasil do que sonha nossa vã filosofia. E para revelar as diferenças e semelhanças, Pedro 'PJ' Brandão reuniu um supergrupo composto por Nanda Loureiro, produtora cultural do selo musical Banana Records; Gil "Load" Santos, youtuber e fã do cenário hip hop; e Paulo Crumbim, quadrinista independente, autor da série Quadrinhos A2 e vencedor de HQ Mix. Falamos sobre mercado, coletivos, política e muito mais. Taca o play e vem curtir!

Baixe o MP3

Links interessantes:

Músicas desse programa:


Contribua com o Padrim do Iradex

keep-calm

Rede Iradex

  • Sete Reinos - assine o feed do podcast sobre Game of Thrones e a obra do George R. R. Martin (iTunes/Feed RSS)
  • Pilotando - assine o feed do podcast sobre o primeiro episódio de séries (iTunes/Feed RSS)
  • PH Santos Show - assine o feed do podcast de entrevistas do PH Santos (iTunes/Feed RSS)
  • HQ Sem Roteiro - assine o feed do podcast especializado em quadrinhos da RIPA (iTunes/Feed RSS)

Contatos

  • Presidente Exumador

    Difícil o quadrinho brasileiro decolar sendo a panelinha q é. Qk um q tente entrar se não tiver amizade com alguém do meio tá perdido e fora uma certa editora com um certo editor q tem por aí q só lança antologias com amiguinhos e deixa tudo com a mesma cara, meio enlatado.

    Difícil os quadrinhos darem um salto de profissionalismo como o Rap.